blog do luiz fernando roxo.

como escolher uma corretora de investimento para você?

A maior parte dos investimentos, fora da poupança, acontecem através de um Corretora de Valores. Então, para você começar a investir desde Tesouro Direto até Opções precisa-se de uma conta na Corretora. 

Mas, quando você investir  e chegar nesse ponto de procurar uma corretora, tudo fica confuso e não se sabe por onde começar.

Eu, particularmente, recebo muitas perguntas: “Roxo, qual a melhor corretora para começar a investir?”. 

Logo de cara eu respondo: “você tem que analisar o seu perfil de investidor, quais são os investimentos que você quer na carteira, atendimento, ferramentas. Só assim você vai descobrir a corretora ideal para você.

Com uma corretora de qualidade e eficiente em seu sistema você consegue ter uma boa visão dos seus investimentos. 

Não vou negar que você terá um pouco de trabalho para achar uma corretora para você. Hoje no mercado temos muitas opções e por isso que é importante você fazer um esquema de prioridade para o seu negócio. 

Então, neste artigo você entenderá como escolher uma corretora para as suas estratégias de investimentos. 

Como funciona a corretora de valores?

Corretoras de valores são instituições financeiras voltadas para investimentos. Para uma corretora nascer, é necessário que ela obtenha uma autorização do Bacen (Banco Central do Brasil) e da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), atendendo a uma série de requisitos necessários para operar.

Há uma lista no site da B3 com as corretoras que estão autorizadas a funcionar no Brasil.

Ao abrir uma conta na corretora você ficará custodiado sob o seu nome e CPF, ou seja, essa vai ser a garantia de que tudo que você tiver colocado te pertence.

Hoje, você não precisa ir, pessoalmente, até uma corretora para começar a investir na Bolsa de Valores, com os avanços tecnológicos ficou muito mais fácil começar a investir porque tudo acontece de forma online e poucas vezes por telefone.

Outro fato importante, você não terá um cartão de débito, crédito associado à sua conta e nem pagará suas contas/boletos, como nos bancos. Na corretora é totalmente diferente, você apenas vai investir, colocar dinheiro lá, e você fará isso por meio de transferência bancária. 

Por isso que, precisará de uma conta bancária para transferir dinheiro para a sua conta na corretora e então começar as suas operações de investimentos.

A corretora funciona como uma ponte entre você e o seu investimento. É por meio dela que você realiza suas operações.

Vale lembrar que uma corretora não é apenas para investimento na Bolsa de Valores. Aliás, existem muitas outras opções de investimentos que podem ser encontradas nas corretoras.

Por meio de uma corretora você pode investir nas seguintes modalidades: Renda Fixa e Renda Variável. Você pode ler mais sobre essas modalidades aqui no blog. 

Quando você entender os tipos de investimentos que têm no mercado, perceberá que cada um tem um tipo de rendimento. 

Mas, você terá que entender bem os investimentos para colocar na sua carteira antifrágil, a fim de construir um portfólio sólido e consistente, para que você atinja a liberdade financeira.

Então, de maneira geral, as atividades das corretoras são:

  • Divulgar informações sobre preços de ações e de outros títulos financeiros.
  • Promover a oferta pública de ações
  • Distribuir produtos e serviços da Bolsa de Valores.
  • Executar ordens de compra e venda de ativos, derivativos, títulos financeiros e fundos de investimento.
  • Prestar consultoria financeira e assessorar nos investimentos

Defina um objetivo.

Antes de abrir uma conta em uma corretora, você precisa definir o seu objetivo. Você deve se perguntar e definir quais tipos de investimentos deseja fazer.

O fato é que as corretoras oferecem várias opções de investimentos, como Renda Fixa, Renda Variável, fundos de investimentos e títulos financeiros.

Mas, há corretoras que oferecem, por exemplo, CDB´s com taxas melhores do que outras.

Entendeu a razão e a importância de definir o seu objetivo!

Por isso que eu sempre falo, às vezes, uma corretora que eu acho ótima para mim, pode não ser a melhor para você. Esse é o ponto que torna delicado a indicação de algum referente no mercado financeiro.

Contudo, você deve descobrir no que quer investir e seguir ADIANTE!

Por exemplo, quer investir em Opções (derivativos)?

Então você deve procurar uma corretora que entenda bem esse assunto. Ela precisa oferecer praticidade nas operações mais do que as outras. Tem que oferecer um bom custo/benefício e ferramentas que atendam suas necessidades.

Pense comigo: Do que adianta eu escolher uma corretora e ela não me oferecer praticidade e atendimento adequado, além do preço?

Atendimento da corretora.

É o momento em que você, investidor, procura alguém para te ajudar com as negociações.

Você precisa se atentar nesse quesito, porque é fundamental que a corretora ofereça uma boa atenção e eficiência no atendimento.

Muitas pessoas não olham para o atendimento, mas quando passa pela primeira dificuldade, já  percebe, logo de cara ,se o atendimento é um bom ou ruim.

Por isso é que eu digo que, antes de abrir a sua conta na corretora, fique atento às formas de atendimento que a sua corretora pode te oferecer.

Fique atento às opiniões de clientes. Procure também os sites de reclamações para ver o que os clientes têm falado sobre a corretora.

Nesse caso, observe o tipo de reclamação. E ainda, não se esqueça de analisar como as corretoras se comportam nos casos de reclamações ou elogios, para verificar se elas têm um bom relacionamento com o cliente.

É extremamente importante verificar os serviços e ferramentas. Saber todos os recursos que as corretoras podem te oferecer.

As ferramentas serão muito úteis para suas operações. Então, uma lista inicial para se avaliar é:

  • Home Broker e aplicativos mobile.
  • Ferramentas de análise gráfica.
  • Acompanhamento de trades ao vivo.
  • Recomendações de investimento.

Custos que você deve ficar atento na Corretora de Valores. 

Preço

Entenda que o preço pode estar atrelado, em vários sentidos, dentro da sua corretora, como taxa de corretagem, custódia mensal, home broker, aplicativos, entre outros possíveis serviços.

O valor cobrado por elas varia muito, podendo ser  de R$ 50,00 por ordem executa, enquanto outras corretoras podem cobrar menos de R$ 2,00 ou até mesmo oferecer taxa zero.

Taxa de Corretagem

A taxa de corretagem é o valor que as corretoras de valores cobram por cada negociação de compra e venda que você faz. Ao realizar uma operação de compra ou de venda, a corretora cobra essa taxa de acordo com regras e tabelas estipuladas por ela.

Essa cobrança pode variar dependendo do tipo de mercado que você deseja operar, por exemplo, a vista, fracionário, opções ou mercado futuro.

Além disso, poucos sabem, mas existem diferentes taxas para quem opera Day Trade e para quem faz Buy and Hold.

Taxa de Custódia mensal

Essa é uma taxa cobrada mensalmente pelas corretoras para armazenar, segurar, guardar os ativos ou títulos de um investidor. Esta taxa pode ser um valor fixo, ou um percentual sobre o valor dos papéis guardados.

A taxa só é cobrada quando você tem alguma posição em renda variável no mês.

No entanto, não são todas as corretoras que cobram por isso!

Taxas de TED

Para transferir o dinheiro para corretora normalmente é por TED. Essa taxa varia de banco para banco. Portanto você deve ver quanto o seu banco cobra para fazer essa transferência. 

Taxa de abertura de conta 

Não se preocupe, a maioria das corretoras não cobram para abrir a conta. 

Ferramentas para operações 

Home Broker 

O Home Broker não é difícil de entender você verá que é bem simples. O difícil mesmo é só se você apertar o botão errado. Eu mesmo já fiz isso algumas vezes (depois conto essa história pra você). 

Essa ferramenta faz a ponte entre você e as Ações. No Home Broker o investidor manda as ordens de negociações de compra ou venda de Ações, Opções, Commodities entre outras. Depende da estratégia que você escolheu. 

Ou seja, o Home Broker é um aplicativo/ferramenta que você encontra na sua corretora para fazer as suas negociações na Bolsa. 

O sistema do Home Broker é bem acessível e tudo acontece com a ajuda da Internet.

E vale ressaltar, que não tem jeito de realizar negociações sem ajuda de uma intermediadora.  Por isso que as corretoras são responsáveis por essa intermediação entre investidor a Bolsa. 

Existem algumas ferramentas que não são ligadas diretamente a uma corretora mas, elas fazem a conexão com qualquer corretora. Depende da sua escolha na hora de procurar uma ferramenta fora da sua corretora.  

Então, o Home Broker tem a função de: 

  • Acompanhar as cotações do mercado em tempo real,
  • Comprar e vender os ativos,
  • Visualizar a sua carteira em Bolsa e extrato. 

Home Broker ou Mesa de Operações.

Mas, para deixar você bem por dentro do assunto, vale lembrar que nem sempre foi assim pela Internet. 

Antes da Bolsa se estruturar na internet, tudo acontecia pelo telefone e ainda eram poucos investidores de pessoas físicas. 

Mas, graças à evolução, hoje é tudo pela internet e são mais de 1 milhão de pessoas que investem na Bolsa de Valores. 

Para te deixar tranquilo, ainda é possível que a Mesa de Operações faça para você as negociações na Bolsa. 

Normalmente, a Mesa de Operações é composta por analistas da corretora que irão emitir ordens para os investidores que optarem por essa atividade. 

E para você ter acesso à Mesa de Operações é preciso ligar na sua corretora e solicitar o serviço. O operador vai fazer todo o processo de negociação para você. 

Mas, normalmente, as pessoas usam a Mesa de Operações para fazer a execução de alguma ordem que não está conseguindo no Home Broker. Vai do seu critério, o que preferir usar. 

O Bom do Home Broker é que fica tudo na sua mão, não precisa depender de terceiros para executar uma ordem. Além de poder operar no momento que quiser, durante a abertura do mercado. 

Lembrando que se escolher operar na Mesa de Operações, o custo é bem mais alto. E mesmo assim, você precisa ter visto os ativos que deseja comprar. 

Corretora.

Mas, Roxo, e se eu não gostar da corretora? 

Cara, você consegue abrir conta em outras corretoras, quantas você quiser não tem um limite. 

Caso você não goste de uma corretora que você achou que seria ideal, parte para outra e testa. 

Você pode se perguntar: mas o dinheiro que transferir? Simples você transfere novamente para a sua conta corrente. 

Bem, analise tudo antes de escolher a melhor corretora para você. Preste atenção nos mais diferentes detalhes. Compare. 

Às vezes, você é uma pessoa que tem mais tempo para realizar suas operações e não precisa de um aplicativo de celular. Outras pessoas, já não têm tanto tempo de realizar operações, e nesse caso, elas precisam de um aplicativo mobile para acompanhar o mercado financeiro.

São tantas questões. 

Agora, acho que você entendeu o caminho que você tem a seguir para escolher uma correta. E comece a investir após definir o seu setup. 

Para você começar a investir os passos são: 

1º Abra uma conta na corretora que escolheu.

2º Envie dinheiro para corretora.

3º Escolha seus investimentos.

4º Execute o seu planejamento e invista o seu dinheiro.

5º Acompanhe os resultados

Acredito que, com esses pontos, você poderá abrir a sua conta em uma corretora que faça sentido para você. E com estudo e dedicação, poderá conseguir ganhos no mercado financeiro.

Separei esses dois textos para você começar a entender onde investir: 

Renda Fixa 

Renda Variável 

Até a próxima. 

luiz fernando roxo.

luiz fernando roxo.

15 comentários

fique por dentro

receba gratuitamente as atualizações do blog!

siga-me

Não se acanhe! Entre em contato!

 

Luiz Roxo Comunidade Telegram

faça parte da minha comunidade no Telegram

Fazer parte de uma comunidade é fundamental para o seu processo de desenvolvimento. Isso ajuda você a tirar suas dúvidas e realmente aprender. Acesso a conteúdos EXCLUSIVOS! Para fazer parte, basta responder a uma pesquisa!


quero fazer parte.