blog do luiz fernando roxo.

como investir em opções?

Investir em Opções é uma oportunidade de ter ganhos ilimitados, mas o risco que existe nesse mercado é desafiador. Não vou te iludir, sou bem sincero no que diz respeito às opções. 

Para você investir em Opções você já deve ter uma carteira de Investimento construída, isso porque as Opções serão a ponta dos seus investimentos, de modo que você irá usá-la para proteger a sua carteira e claro, ganhar dinheiro. 

No Brasil, ainda, as Opções não possuem muita liquidez, na verdade temos poucos papeis/ações que tem liquidez para fazer negociação de Opções. 

Neste artigo, vou te contar como investir em opções, quais as estratégias simples e no final vou te mostrar uma ferramenta que você pode usar hoje para entender as Opções. 

O que são opções?

Então, opção é um contrato de direitos e obrigações entre duas partes, que é negociado na Bolsa de Valores. 

Essa forma de negociação é atrelada a um lote de ações, por um preço fixado, no que chamamos de exercício ou strike. 

As negociações são de compra ou de venda do papel, normalmente as negociações de compra e venda tem um período para acontecer. 

À grosso modo, as Opções são derivativos e as negociações desses contratos dependem de outros ativos.

A principal função desses contratos é o de gerenciar os riscos por um certo valor, chamado de prêmio.

Ou seja, se eu tenho uma ação de PETR4 dentro desse papel eu terei outros ativos, uns terão liquidez outros não.

Se você encontrou um ativo e não possui liquidez para negociação, você não tem que comprar esse ativo. Então, você só pode comprar ou vender ativos que possuem liquidez no mercado. 

Aqui no Brasil, as Opções não possuem tanta liquidez como nos Estados Unidos, eu costumo dizer que lá tem uma Disneylândia das Opções. 

Operar no mercado que tem liquidez é muito mais fácil, porque você pode comprar vários ativos , construir um império das Opções e ganhar todo dia.

Lógico que você tem que tomar cuidado para o mercado não te dar uma rasteira.

Afinal, o mercado de Opções é incerto e possui riscos, mas, com o conteúdo certo e o posicionamento certo, você consegue tirar muito proveito do mercado de opções. 

Qual o valor mínimo para Investir em Opções?

Antes de começar a investir em Opções, vou responder uma dúvida que muitas pessoas me mandam. 

Roxo,qual o valor mínimo para investir em Opções? 

Você pode comprar Opções por centavos, em pequenos lotes, nos quais o mínimo a ser gasto será de R$ 100,00. 

Porém, muitas corretoras vão dizer a você que o valor mínimo para investir em Ações é algo em torno de R$ 5.000,00. Porque, segundo eles, com o mercado atual, o lucro a partir desse valor já começa a compensar, mesmo  com as taxas, e sem comprometer o seu patrimônio investido. 

Para algumas pessoas ao investir em Opções é necessário ter Ações na carteira. Mas, para certas estratégias de opções você não precisa ter Ações. Você pode comprar o ativo, sem ter o papel. 

Nas opções, você tem que começar a investir o dinheiro da pinga, quero dizer, que tem que ir aos poucos. Investir o dinheiro que você pode perder. Se você investir dinheiro que, emocionalmente você não pode perder, então nem comece a investir em Opções. 

A variedade que existe nas opções é incrível, porque você pode perder um pouco, mas de uma hora para outra o mercado vira e você acaba tendo um lucro sem tamanho. Ou seja, aqui você perde de canequinha mas quando ganha, ganha de balde. 

Do outro lado, as Opções ajudam a proteger a sua carteira, vou te contar isso mais à frente, para que você entenda bem. Aqui é um mercado que te dá a OPCIONALIDADE. Tudo é questão de escolha. 

Como investir em Opções? 

Acredito que se você chegou até aqui, já sabe que para começar a investir em Opções é necessário abrir uma conta na corretora de valores. 

Sim, as Opções, assim como outros investimentos, dependem de um sistema para fazer as negociações. 

Caso, você ainda não tem conta na corretora, aconselho que leia este texto: como escolher um corretora? 

Antes de você abrir a conta na corretora, normalmente, elas fazem uma pesquisa com você para descobrir o seu perfil de investidor.

Isso por que, para investir em Opções você precisa ter o perfil agressivo. Então, antes de começar a investir você tem que pensar bem e entender o seu real perfil.

Assim como as Ações nas Opções também é preciso usar o sistema Home Broker, sem ele você não consegue realizar as suas operações Opções.

Ao entrar no Home Broker, você irá pesquisar a opção que deseja,  efetuar a ordem de compra ou venda e esperar o ativo obter o resultado para sair da ordem ou esperar até o vencimento. 

Achou complexo né? Eu sei, por isso que antes de ir até o Home Broker e escolher o ativo, falo para os meus alunos simularem a operação que desejam. De modo que entendam qual ativo e estratégia estão montando. 

Com a simulação, você consegue entender para onde o seu ativo está indo, e ainda consegue acompanhar o seu ativo na plataforma de simulação, em tempo real. 

Esse aplicativo de que estou falando é o Oplab, por meio dele você consegue acompanhar a  estratégia que colocou na corretora. Assim, você não fica perdido. 

Eu sempre falo que o aluno tem que ter um plano de investimento. Antes de começar a operar Opções é extremamente importante que você faça simulações e entenda o que está fazendo.

O que é Oplab?

Oplab é um aplicativo para simulações online, em tempo real, de estratégias e operações do mercado de Ações e Opções. Ele possibilita que o investidor acompanhe suas posições e o mercado em tempo real, de forma prática e dinâmica.

A interface do sistema é bem simples e objetiva, o que te ajuda a focar na operação que deseja montar.

O Oplab permite que o investidor simule operações e uma carteira, possibilitando a construção do seu setup e a análise do desempenho dele perante ao mercado.

Dessa forma, ao acompanhar o mercado em tempo real, você terá a noção de quando será o momento de entrar ou sair de uma operação na corretora que você usa.

Com essa ferramenta, você consegue montar qualquer estratégia e saber o quanto poderá ganhar com cada uma delas e quais os riscos envolvidos.

Eu mesmo uso o Oplab na gestão da minha e das carteiras que eu administro. É fundamental visualizar cada passo que estou dando e cada estratégia que montei na corretora. Com a funcionalidade de tempo real do Oplab, eu consigo ver o momento que devo entrar ou sair das estratégias que estou montado. 

Para que você entenda como investir em Opções escolhi uma estratégia bem simples e que você pode fazer a simulação lá na nossa ferramenta Oplab. 

Estratégias para você começar hoje. 

Compra a Seco.

Essa é uma estratégia com apenas uma ponta. Estratégia simples e que pode te dar um lucro ilimitado.

Com essa estratégia você pode comprar uma Call ou uma Put. Ao comprar uma Opção, tanto de Call quanto Put, você contará apenas com a movimentação do mercado. Como funciona?

Se você comprou uma Call, você espera que o mercado suba e te dê retornos relevantes em cima da sua compra.

Agora, se você comprou uma Put, você vai em busca de uma baixa significativa do mercado.

O maior risco que você corria, e não vou mentir para você, é do mercado ir em uma direção totalmente diferente, em relação a que você havia pensado.

A Opção que você comprou pode se desvalorizar. Neste caso, a perda máxima, para quem comprar uma Opção é o valor pago pelo prêmio.

Isso ocorre no caso da Opção não dar exercício na sua data de vencimento e ainda, a Opção perder todo seu valor.

Separei esse artigo para você entender melhor:

Quando isso acontece, dizemos que a Opção virou pó. 

Se a Opção tiver uma valorização, ela fica com a diferença entre o valor que pagou e o valor pelo qual vendeu a Opção.

O ganho máximo que podemos ter quando uma Opção de compra (Call) sobe é ilimitado. Mas, no caso da Put, o ganho máximo é quando o papel cai para zero, como veremos.

No caso do valor das ações do ativo objeto caíram para zero ou próximo a isso, o ganho é o valor de Exercício Strike, menos o valor pago na Opção.

Exemplo:

Passo a Passo para a entrada

1) Faça uma análise do mercado e do papel, para descobrir se há tendência de alta ou de baixa. Você deve consultar várias fontes especializadas e também usar o OpLab para avaliar as Gregas.

2) Definida a Opção a ser comprada, é preciso ter uma conta em uma corretora para executar a compra. Por exemplo, decidimos comprar uma Call de PETR4, a PETRI20, que está custando R$0,41 e cujo strike é R$19,92 no momento em que o papel está a R$18,80.

Simulação no Oplab
Caso queira simular suas operações:

3) O passo seguinte é acessar o Home Broker da sua corretora e adicionar a Opção PETRI20 à sua carteira virtual. Para isso, basta digitar o código da Opção e dar OK. Imediatamente ela aparecerá na última linha da grade de Ativos e Opções listados.

Acesso ao Home Broker

4) Agora é preciso abrir uma ordem de compra. Para isso, basta clicar em “comprar” e definir a quantidade, o preço (se você quer que a compra seja imediata, opte pelo preço a mercado sugerido) e a validade da ordem (por quanto tempo essa ordem deve ficar aberta, pois nem sempre a compra é efetivada no instante em que é lançada). Em seguida, é só clicar em “enviar” e acompanhar a ordem.

Realizando uma ordem de compra

5) No momento em que ela for executada, as Opções passarão para sua carteira.  Agora, é necessário ir acompanhando o comportamento do mercado e o valor dessa Opção, para decidir o momento de vendê-la. A maioria dos contratos de Opções são vendidos antes da data do Exercício, por conta dos custos envolvidos na operação quando levada para o Exercício e que podem mitigar os lucros.

Passo a Passo para a saída

1) Para sair da operação, basta fazer a operação inversa, em outras palavras, é preciso abrir uma ordem de venda. Para isso, basta clicar em “vender” e definir a quantidade, o preço, e a validade da ordem. Depois disso, é só clicar em “enviar” e acompanhar a ordem.

2) No momento em que ela for executada, as Opções deixarão de constar na sua carteira e o valor da venda, menos os custos da operação, virá para sua conta após o prazo de liquidação da operação.

Como que as Opções me ajudam a proteger? 

Algumas estratégias de opções, compra seco não é única, podem ajudar você a proteger o seu patrimônio. 

Quando você faz uma construção de carteira de investimento, penso que você passará a ter diversos tipos de investimentos. Afinal, queremos construir algo consistente e que te faça se beneficiar em qualquer momento do mercado. 

O problema é que, com certa frequência, acontecem quedas no mercado financeiro, muitas vezes fazendo os papéis afundarem rapidamente. Um pânico total.

Imagine poder ter ganhos obtidos no movimento de alta nos papéis, e ter perdas limitadas ou ainda um seguro para suas perdas.

Comprando uma opção de venda para as suas ações, chamada de PUT, você estará protegendo sua carteira e ainda pode vir a lucrar com essa opção.

Um exemplo bem interessante é comprar PUT de BOVA11, que tem como índice a cotação das 10 maiores ações da Bovespa.

Se o mercado cair rapidamente, essa sua PUT se valorizará, protegendo assim sua carteira. Se o mercado subir, você perde o valor da PUT, mas que é pequeno em relação ao ativo.

O risco de operar Opções.

Agora que você viu uma estratégia que você pode começar hoje. Irei te mostrar 3 diferenças sobre o que podemos afirmar com relação à probabilidade, chance e risco de um evento.

São três situações diferentes que podem apresentar riscos. 

Entendendo isso, você vai poder entender qual o risco do mercado de opções. 

A primeira situação, nós chamamos de certeza:

Imagine que você participará de um sorteio. Dentro do saquinho você sabe, exatamente, que existe apenas uma bolinha e o número dela é 5. Nesse caso, você está diante da certeza absoluta do resultado.

Por que é a certeza?

Você sabe, exatamente, que o risco de errar é ZERO e que a chance de acertar é 100%. Isso é CERTEZA.

A segunda situação é o risco:

Agora, imagina que nesse caso você sabe que dentro do saquinho têm 20 bolinhas. E nele os números são de 1 a 20. Porém, você não sabe qual irá pegar.

No entanto, você pode calcular o risco usando a probabilidade. Como?

Vamos relembrar que a probabilidade calcula a chance de o mesmo número aparecer aleatoriamente.

Logo, você pode fazer o cálculo 1/20 (número de casos favoráveis sob número de casos possíveis). Nessa situação você sabe a chance e o risco de errar.

A terceira situação é a Incerteza:

A incerteza é quando você não sabe quais são as bolinhas no saquinho e nem quantas têm. Essa é a realidade do mercado financeiro.

A probabilidade em Opções é muito difícil de calcular, sendo quase impossível de prever as chances, devido ao mercado que é muito TURBULENTO.

O cálculo de probabilidade não funciona, porém, exposição e a perda máxima você pode calcular.

Estratégia que tem o ganho alto.

Quando você começar a investir em Opções, e realizar operações como compra a seco, trava de alta ou qualquer outra operação que você gostar, verá que a perda máxima é aquilo que você incluiu, aquele é o risco máximo de 100% que você colocou.

Dessa forma, você pode calcular o ganho máximo no período determinado pela sua estratégia. 

Conclusão.

Agora você entendeu como funciona o mercado de Opções e como faz para investir. Quando você entender bem o mercado, estudar, definir o seu setup, você verá que não é nenhum bicho de sete cabeças, é bem simples. 

Reforço, não coloque o seu dinheiro em um único lugar, a diversificação é muito importante, não sabemos o dia nem a hora que um colapso pode acontecer, mas sabemos que ele pode estar bem perto, pois, temos que ouvir os sinais e ruídos do mercados. 

luiz fernando roxo.

luiz fernando roxo.

4 comentários

fique por dentro

receba gratuitamente as atualizações do blog!

siga-me

Não se acanhe! Entre em contato!

 

Luiz Roxo Estratégia Pozinho

curso estratégia do pozinho.

Aprenda a investir em opções com segurança e possibilidades de ganhos explosivos. Uma estratégia consagrada com um professor super didático.


quero aprender.