blog do luiz fernando roxo.

Straddle Sintético – Gerdau (GGBR4, GGBRE155) 15/04/2019

O mundo das Opções é vasto, cheio de possibilidades e de oportunidades!

Depois de entender como as Opções funcionam, o passo seguinte na vida de um investidor é o de montar suas próprias estratégias.

Uma pergunta frequente que recebo é seguinte: “Roxo, existe alguma estratégia que serve em qualquer cenário?”

Bem, para poder montar uma estratégia e operar com Opções, é muito importante entender e dominar os conceitos. De fato, para essa pergunta acima, a resposta é NÃO!

O fato é que as Opções vão se valorizar ou desvalorizar dependendo do tipo de mudança ou de tendência que o Mercado apresentar.

Por isso eu sempre falo que é importante acompanhar o Mercado e saber entender a influência das Gregas nas Opções para poder aproveitar as oportunidades que surgem.

Leia o artigo “O que são as gregas no mercado das Opções?” no qual falo da influência das Gregas sobre as Opções.

Entendendo bem o momento e a razão pelos quais você decidiu montar a sua operação, você se tornará mais atento e assertivo às suas estratégias.

Para te ajudar no início dos investimentos e poder esclarecer de maneira didática, comecei a fazer posts sobre as operações que eu, pessoa física e gestor, estou estudando e montando.

Dessa forma, esse post não é uma indicação, mesmo porque, o timing para montá-la já passou. Mas é um estudo de uma estratégia que eu montei e serve somente como apoio educacional e didático.

Estratégia

Nesse artigo, vou falar do Straddle Sintético e te mostrar o passo a passo que deve ser seguido para montá-lo. Esse é uma das estratégias clássicas com Opções, e que sem dúvida deve fazer parte das suas estratégias!

Depois de entender o meu exemplo, você pode e deve analisar a montagem dela com outros Ativos. Sempre faça muitas simulações antes de tomar uma decisão e eu sempre uso o OpLab para analisar minhas estratégias.

Como é apenas um estudo, uma análise particular de uma estratégia, esse é o melhor modo de avaliar o risco/retorno de acordo com as expectativas e com a margem de segurança estabelecida.

A minha escolha para ilustrar a montagem de um Straddle Sintético foi usar o Ativo GGBR4 e a Opção GGBRE155.

Estrutura: a montagem do Straddle Sintético que escolhi para esse estudo consiste na venda do Ativo e com a compra simultânea de Calls do próprio ativo, em quantidade igual ao dobro do número das ações vendidas. As Calls  compradas devem estar, no momento da compra, “no dinheiro” (ATM) ou “Dentro do Dinheiro” (ITM).

Saiba mais sobre as classificações “dentro do dinheiro” (In The Money – ITM), “no dinheiro” (At The Money – ATM) e “fora do dinheiro” (Out of The Money – OTM) no meu artigo “Mercado financeiro: como são definidos os preços das Ações e Opções?”

Minha escolha foi por comprar Calls “no dinheiro” por conta do Delta. Se escolhermos Calls com Delta o mais próximo de 0,50 possível, quando compramos Calls em quantidade igual ao dobro do número das ações vendidas, estamos criando uma estratégia que pode andar com a mesma intensidade para os dois lados. 

Em outras palavras, considerando que o Papel é nossa referência e tem Delta 1, comprando Calls em quantidade igual ao dobro do número das ações vendidas, estamos deixando a operação com Delta zerado.

Viu como é importante entender a influência das Gregas nas Opções?

Há variações para essa estrutura e recomendo que você pesquise, estude e simule-as no OpLab!

Montagem de estratégia

Como sempre digo, é preciso ter um plano. Então, vamos ao setup dessa estratégia!

Motivo: a análise do papel no gráfico mensal mostra uma forte acumulação, o que motiva uma tendência de rompimento para algum dos lados.

De forma mais simples, se o papel sofrer uma forte alta, o ganho ocorrerá por conta da valorização da Call; se o papel for para baixo, o ganho será com a recompra das ações por um preço mais baixo do que o da venda ao iniciar a operação.

Veja que nos dois cenários, um dos componentes da estratégia irá se valorizar e o outro irá se desvalorizar. Monitorando, o lucro é obtido pela valorização de um deles ser maior que as perdas do outro, no momento da desmontagem da estratégia.

Entrada: observação feita no dia 15 de abril de 2019.

Venda: GGBR4 a R$ 14,91.

Compra: GGBRE155 a R$ 0,51, Strike R$ 15,08.

Nessa simulação, eu fiz a venda de 1K de GGBR4 e a compra de 2K de GGBRE155.

Setup de saída: agora é preciso acompanhar o andar do mercado para decidir, nos próximos dias e de acordo com o objetivo de lucro, quando desmontar essa operação. É muito importante ficar atento e programar um stop, porque se o mercado lateralizar, o preço do papel ficará estacionado, mas o preço da Call será corroído pelo Theta, o tempo, gerando perdas!

De novo, viu como é importante entender a influência das Gregas nas Opções?

Ressalto que estudo não é uma indicação, ou seja, NÃO É UM CALL. Esta operação representa apenas um estudo de uma estratégia montada em nossas carteiras, servindo somente como apoio educacional e didático.

Agora é observar o mercado e decidir quando desmontar a estratégia!

luiz fernando roxo.

luiz fernando roxo.

14 comentários

  • Roxo,
    Esses estudos são bastante úteis para fixarmos a teoria estudada. Por favor, continue a demonstrar novas estrategias. Inclusive aquelas com calendário.
    Obrigado pela ajuda.
    Abração
    Jurandir de Lavor

  • Roxo, por gentileza, se você vendeu o ativo, você precisou alugá-lo certo? O custo desta operação pode ser alto dependendo da corretora, é correto? Há um valore mínimo para esta operação para que o custo não corroa o retorno?
    Abraço

    • Luis,
      Lembrando que cada corretora tem uma taxa, em geral à partir de 0,5% a.a…
      Acredito que você deva avaliar os custos informados pela corretora que você opera.
      Uma vez que % por si só não responde sobre os custos.
      Se tiver qualquer dúvida, me manda um e-mail: [email protected]
      Abraço,
      Roxo

  • Roxo se você já vendeu as ações pra que vc vai querer recomprá-las mais barato? Não pode ser que o preço do papel desabe e o seu prejuízo aumente ainda mais?

    • Rafael, boa tarde!

      Na verdade eu vendi as ações sem tê-las, e aluguei para fazer essa venda, e eu cobri essa venda das ações, com a compra de opões de compra (CALLs). Na medida que eu vou vender as minhas CALLs para realizar o meu lucro, ou para sair da operação com prejuízo, também preciso recomprar as minhas ações que estavam vendidas, para não ficar vendido descoberto.

      Se ainda tiver dúvida, me avisa.
      Abraço, Roxo

    • Wesley, boa tarde!

      Na verdade eu vendi as ações sem tê-las, e aluguei para fazer essa venda, e eu cobri essa venda das ações, com a compra de opões de compra (CALLs).

      Na medida que eu vou vender as minhas CALLs para realizar o meu lucro, ou para sair da operação com prejuízo, também preciso recomprar as minhas ações que estavam vendidas, para não ficar vendido descoberto.

      Se ainda tiver dúvida, manda um e-mail para [email protected].
      Abraço,

  • Boa noite Roxo!
    Não ficou muito claro pra mim os riscos da venda descoberta do papel em caso de queda. Em que momento preciso comprar ações?
    Onde posso ler mais sobre as operações estruturadas?

    • Carolina, boa tarde!

      É muito arriscado você vender uma CALL. Imagina que você vendeu uma CALL de R$ 30,00 de um papel que está custando R$ 25,00 à R$ 1,00.
      E esse papel descobre ouro no subsolo do escritório dele, e vai para R$ 100,00.
      A Opção que você vendeu à R$ 1,00 vai abrir cotada à R$ 75,00 no dia seguinte à essa descoberta, fazendo com que a sua perda seja 75 vezes aquilo que você poderia ganhar.

      É assim que funciona.

      Veja o vídeo: https://bit.ly/2mj9iwc
      Já viu a série: Aprenda a investir em Opções? https://bit.ly/2lX911k

      Abraço,

  • Roxo, o que integra o pacote do curso que terá início em breve? Há suporte na montagens das estruturas pelo menos por um tempo, até pegar prática? Queimei a largada nos 30 dias gratuitos do oplab, visto que ainda não tinha experiência para executar as estruturas. Adquirido o curso, tenho como renovar meu acesso gratuito por 30 dias do oplab? Obrigado.

    • Valdemar, boa tarde!

      Você já fez algum dos nossos cursos?

      Se puder enviar e-mail para [email protected] com o curso que fez.
      Se não, tenta avisá-los que fez a solicitação por aqui. Vamos tentar mais uns dias para você.
      Abraço

  • Parabéns excelente conteúdo, estou começando agora no mercado de ações, ainda muito cru, mais chegaremos lá, ainda tenho uma serie de duvidas e aprendendo muito aqui com seus conteúdos, uso a Clear, será que consigo operar opções por lá?

fique por dentro

receba gratuitamente as atualizações do blog!

siga-me

Não se acanhe! Entre em contato!

 

Luiz Roxo Comunidade Telegram

faça parte da minha comunidade no Telegram

Fazer parte de uma comunidade é fundamental para o seu processo de desenvolvimento. Isso ajuda você a tirar suas dúvidas e realmente aprender. Acesso a conteúdos EXCLUSIVOS! Para fazer parte, basta responder a uma pesquisa!


quero fazer parte.