blog do luiz fernando roxo.
como comprar opções
Início » Como comprar opções: GUIA completo

Como comprar opções: GUIA completo

O Guia completo para entender como comprar Opções com confiança. Quem está há algum tempo no universo da bolsa de valores já deve ter ouvido falar sobre, coisas como “comprar opções é muito complexo” ou “ não é qualquer um que domina o mercado de opções”.

Pois, fique sabendo, o que supostamente este mercado tem de muita complexidade também tem de muitas oportunidades, inclusive, de alavancagem segura de seu capital. 

Apesar de ser um ambiente novo e dito como complexo, é possível sim dominar o mercado de opções. Entender como o mercado de opções funciona pode é o caminho para diversificar sua carteira e gerar lucro com um dos mais versáteis mercados existentes.

Ficou interessado? Sim?! Então, continue lendo este artigo e siga o GUIA completo sobre como comprar opções!

Opcoes_Master

Como comprar opções: entenda o mercado

Entender o mercado desse ativo é crucial para saber como operar opções, sobretudo porque cada detalhe desse mercado é fundamental para o domínio dele.

O principal a ser dito é que o mercado de opções é um mercado derivativo, isto é, que o preço de uma opção vai derivar de outro ativo que no caso são as ações.

No mais, o que é negociado neste mercado são direitos seja ele de compra (Call) ou de venda (Put) de um certo ativo com preço de exercício (Strike) e data de vencimento pré-determinados. 

Além disso, você irá notar que enquanto um lado da negociação tem um direito (titular) o outro lado passa a ter uma obrigação seja ela de venda na Call ou de compra na Put.

O que você precisa saber antes de comprar opções?

Para você aprender como comprar opções, é necessário que você entenda alguns tópicos que serão listados e explicado abaixo:

Put (opção de venda)

A put é o direito de vender o objeto do contrato de acordo com o preço que ele foi exercido, então você poderá vender sua ação de acordo com o valor estipulado quando foi comprado.

E mesmo que a ação desvalorize na data de seu vencimento, o outro lado da negociação tem a obrigação de comprar uma vez que foi feito um acordo contendo, inclusive,a  garantia. Em troca dessa garantia, o comprador de put, paga um valor que é chamado de prêmio.

Call (Opção de compra)

A Call é o direito de comprar ação conforme o preço que o contrato foi feito. Ou seja, ele poderá comprar a ação na data de vencimento

No caso das calls, vale a pena citar que o titular, poderá exercer o direito dele a qualquer momento até o vencimento, não necessariamente precisando aguardar até o vencimento como nas puts. Isso acontece com aquelas calls que chamamos de americanas. 

Quando as calls são europeias, elas só podem ser exercidas no dia do vencimento

Enquanto o titular – que comprou a Cal l- tem o direito de compra, o lançador-que vendeu a Call- terá a obrigação de venda.

Então, será vantajoso ao titular se num determinado cenário futuro o preço de exercício for menor do que o do próprio mercado.

Leia mais sobre: Tipos de Opções: o que são opções de compra e venda?

Preço de exercício (Strike)

O preço de exercício ou Strike é o valor acordado entre o titular e o lançador para a compra ou venda de um ativo objeto.

Por exemplo, se numa opção de compra o titular e o lançador concordarem com o preço de R$20,00 no Strike, não vai importar se subiu ou desceu, se for vantajoso pro titular ele pode exercer seu direito e consequentemente o lançador sua obrigação.

Código da opção

Antes de escolher sua opção é preciso entender como identificá-las e é a partir do código da opção que você consegue esta proeza.

Ao todo existem 7 caracteres, sendo 5 letras e 2 números. As 4 primeiras letras representam de qual companhia é a opção, por exemplo, PETR representa a Petrobras.

Já a quinta letra vai indicar se a opção é de compra ou de venda e, ainda, sua data de validade. Isto por meio de grupos de letras, por exemplo, as letras de A a L querem dizer que a opção é de compra e as letras de M a X, de venda.

Por fim, temos os dois últimos caracteres que podem, ou não,  representar  o valor do preço de exercício (Strike). 

Vencimento de opções

Como mencionado anteriormente, a quinta letra do código está atrelada também à data de vencimento

O funcionamento é da seguinte maneira: as letras de A a L da call representam cada uma um mês na ordem na qual a primeira letra é o primeiro mês, por exemplo a letra A é Janeiro, a B Fevereiro e é assim até L que é Dezembro.

O mesmo serve para para as puts sendo que M se converte em Janeiro, N em Fevereiro até X que é Dezembro.

Leia também: Vencimento de Opções 2021 – B3 (Guia!) 

Home Broker 

O Home Broker é a principal plataforma na qual o trader realiza via internet suas negociações de ativos, incluindo as opções.

Cada corretora tem uma. 

Algumas com ferramentas úteis e fáceis de usar, outras nem tanto.

Prêmio

O prêmio é, de maneira resumida, o preço da opção.

Ele também pode ser entendido como o valor de garantia para o investidor que tem uma obrigação, afinal se não fosse ele não teria sentido a negociação.

Titular

O titular é, no núcleo de negociação, aquele que compra uma opção pode ser Call ou Put.

Portanto, com esse requisito em mente, ele também é o que possui os direitos de compra ou de venda. Mas, também é aquele que paga o Prêmio.

Lançador 

Já o lançador é aquele que vende uma opção que pode ser tanto do tipo Call quanto do Put e por isso tem a obrigação de compra ou de venda.

Mas em compensação ele também é o que recebe o Prêmio.

Há durante o ato da negociação situações que não faz sentido exercer a opção.

Isto acontece numa Call, por exemplo, quando o valor do ativo no mercado é menor que o do exercício, por este motivo a melhor opção é deixar vencer, virando pó.

GUIA COMPLETO de como comprar opções

1. Estude as opções antes de operar

“Conhecimento é poder!” já dizia Francis Bacon. E é mesmo. Acumular o máximo de conhecimento deste mercado derivativo e cheio de oportunidades é a chave para dominar o mercado.

No mais, entender, fundamentalmente, a questão de que as opções estão inteiramente ligadas ao valor do papel a vista é um ponto divisor de águas para um trader.

Além disso, se especializar nos conceitos em torno das opções te ajudará bastante. Saber aspectos gerais também entra no grupo, como vantagens e desvantagens ou perigos e oportunidades.  

2. Estabeleça seu objetivo

As opções são um dos ativos mais versáteis do mercado e ser o marionetista que controla elas te permitirá estabelecer qual caminho escolher.

Seja escolhendo o caminho tradicional da especulação, onde o trader compra uma Call especulando que o valor do papel vai subir ou compra uma Put achando que o preço do papel vai diminuir.

Ou seja, a fins de hedge, isto é, proteção de carteira ou também pensando no longo prazo e partindo para venda coberta. Não importa. Tudo vai depender do que o trader tem mais afinco em fazer.

Leia também: Planilha de Opções: Como funciona e Lista com as principais

3. Escolha de uma corretora

Uma boa corretora é, querendo ou não, um diferencial quando o assunto é : como comprar opções. Afinal muitas vezes as vantagens que elas apresentam podem justificar sua entrada neste mercado.

A título de exemplo, uma vantagem ímpar das corretoras é apresentar taxa de corretagem zerada. Corretoras como a Clear e a Toro Investimentos tem esse recurso em seu leque de vantagens.

Mas, é claro que não é só isso que fará você ingressar porque o seu perfil de investidor pode ser essencial para que um lado da balança fique mais vantajoso.  

Lembrem-se de que o barato pode sair caro. Busquem sempre as menores taxas, mas também uma corretora que preste um bom serviço e atenda suas necessidades.

 4. Defina sua estratégia

Existem diversas estratégias dentro do mercado, uma para cada situação que você imaginar. Portanto, escolha a que mais se identificar e pratique-a.

A propósito, a título de curiosidade abaixo estão apresentações de 5 das mais utilizadas no mercado atualmente.

– Trava de Alta

Para a estratégia de trava de alta é preciso de duas opções,ou seja, é estruturada. Essa estratégia vai obter lucros caso o preço do ativo investido suba.

E essa estratégia tem ganho limitado, pois é estipulado um teto, porém as perdas são mínimas e também são limitadas

– Trava de Baixa

Como a estratégia trava alta, ela também só pode ser feita com duas opções, mas ao invés de obter lucro quando o preço do ativo subir, seu lucro irá ser quando houver a queda no preço do ativo.

E da mesma forma que há um teto limitando os lucros na trava de alta, na trava de baixa existe um limite de ganhos e perdas.

– Borboleta

Partindo para uma estratégia mais avançada  temos a estratégia Borboleta que visto sua complexidade deve ser utilizado apenas para aqueles mais experientes no mercado de opções.

Dito isso, a Borboleta assim como as demais é uma operação estruturada já que se utiliza 3 opções que obrigatoriamente precisam ter a mesma data de vencimento.

Isto resulta na criação do Break-even que é a faixa em que o operador desta estratégia aposta que o preço do papel vai ficar. E nela também que mora o lucro máximo. 

– Straddle

No Straddle a volatilidade é o elemento principal uma vez que quanto maior for a diferença entre o preço do papel (ativo-objeto)  no momento da montagem e na data do seu vencimento, maior será o lucro.

Para tanto, quem quiser fazer a operação deverá comprar uma opção de compra (Call) e outra de venda (Put). Ambas com data de vencimento, ativo-objeto derivado, quantidade e preço de exercício idênticos.

O efeito disso será o lucro tanto na alta quanto na queda, portanto, a estaticidade do mercado é onde mora o perigo.

E não para por aí porque o lucro é infinito enquanto o prejuízo é limitado pelos valores do Prêmio. Por fim, uma dica para quem quiser aderir a esta modalidade é prever montar o Straddle próximo a eventos importantes no mercado.

– Venda coberta ou financiamento

Enfim, a venda coberta funciona da seguinte forma: o operador com ações em sua carteira cobre as operações de vendas de call, a fim de rentabilizar e gerar renda em cima dos papeis. 

No caso da put, a garantia que te cobre nesta operação é o valor financeiro necessário para comprar os papeis, caso seja exercido.

E o lucro é gerado quando a operação for exercida, sendo que o preço de strike está acima do valor que o ativo-objeto foi comprado. 

Por que vale a pena apender como comprar em opções?

Porque tem mar para qualquer tipo de peixe! Seja lucrando com a queda do mercado, seja lucrando com a alta, seja com a estaticidade ou volatilidade

É inegável dizer que há uma enxurrada de formas de se olhar para o mercado.

Além disso, tem o “plus” de ser uma nova forma de fazer algo que eu sempre recomendo que é diversificar sua carteira.

Conclusão

Depois de aprender através de um guia como comprar opções, me diz aí, achou acessível a sua realidade entrar no universo dos ativos derivativos? 

No mais, é importante saber que você não sai daqui um expert no mercado se não quiser. 

Toda semana  temos conteúdo gratuito atualizado no Canal do YouTube e diversos cursos de investimentos  produzidos por capitalistas experientes no assunto.

Opcoes Master

luiz fernando roxo.

adicione um comentário

siga-me

Não se acanhe! Entre em contato!