blog do luiz fernando roxo.
indices
Início » Índices: Conheça os principais índices da Bolsa de Valores Brasileira

Índices: Conheça os principais índices da Bolsa de Valores Brasileira

Você conhece os principais índices da Bolsa de Valores? Esse é um dos vários dados que o investidor pode coletar para decidir como investir na Bolsa de Valores.

Muitos investidores fazem uso de diversas métricas ou metodologias de investimento, outros simplesmente apostam em um mercado e tem aqueles que consultam os índices.

Conhecer os índices da bolsa de valores pode ser uma ótima forma de decidir os seus investimentos, ainda mais se você for um investidor novato.

O que são índices da Bolsa de Valores?

Os índices da Bolsa de Valores funcionam como um guia que lista as melhores ações das empresas da B3 de acordo com um determinado critério.

Este critério pode ser desde o segmento da economia até o tamanho da empresa, dentre outras características em comum que podem ser utilizadas.

Para que uma empresa participe dos principais índices da bolsa de valores, ela precisa cumprir determinadas exigências. Vale ressaltar que os índices são sempre atualizados.

A principal finalidade de um índice da bolsa de valores, então, é ajudar o investidor a ter um termômetro sobre alguns tipos de empresas ou sobre alguns setores.

Os principais índices da Bolsa de Valores

Agora vamos falar sobre os índices mais importantes da bolsa, aqueles que possuem a maior influência sobre investidores e não investidores. Veja:

Agora vamos falar sobre cada um deles.

Ibovespa

Dentre os principais índices da bolsa de valores, esse é de longe o mais importante. O Ibovespa reúne as principais e mais importantes empresas de capital aberto do país.

De forma geral, esse índice funciona como uma espécie de termômetro para o desempenho da bolsa de valores brasileira, a B3, o que por sua vez, ajuda a avaliar a economia do Brasil.

Criado em 1968, alguns pontos importantes sobre o Ibovespa que precisam ser destacados são:

  • Ele é atualizado a cada 4 meses, sendo composto por um número de ações que pode variar;
  • Sua medição se dá por meio de pontos e cada ponto equivale a 1 real, portanto a sua pontuação diária equivale ao valor total da carteira;
  • Empresas com ações com valor de mercado menor do 1 real (chamadas de penny stocks), não são elegíveis;
  • As ações precisam ter sido negociadas em pelo menos 95% dos pregões dos últimos três meses.

O peso que cada ação tem no índice está relacionado ao valor de mercado de todas as suas ações, sendo que uma ação não pode compor mais de 20% do valor do índice.

IBrX (Índice Brasil)

Um dos principais índices da bolsa de valores criado em 1997, o IBrX relaciona as 100 ações das maiores empresas da bolsa de acordo com seu valor de mercado.

No entanto, para fazer parte desse índice, a empresa precisa cumprir algumas exigências, como por exemplo ter um certo nível de liquidez e não estar em recuperação judicial. 

IBrX 50 (Índice Brasil 50)

O IBrX 50 foi criado em 2003 e serve principalmente como um afunilamento do IBrX, relacionando as 50 empresas com maior negociabilidade da bolsa.

Para que uma empresa possa compor esse índice ela precisa ter um alto nível de liquidez, não estar em recuperação judicial. Sua composição é atualizada a cada quatro meses.

Itag (Índice de Ações com Tag Along Diferenciado)

O Itag é um dos melhores índices para investidores iniciantes da bolsa de valores, pois ele está relacionado às melhores empresas com Tag Along em suas ações.

De maneira geral, as empresas relacionadas neste índice oferecem ótimas condições aos acionistas minoritários, geralmente também tendo boa governança corporativa.

Outros índices da Bolsa de Valores

Como já mencionamos, existem outros índices que relacionam outras empresas que podem não estar nos principais índices da bolsa de valores.

Geralmente estes índices são setoriais, ou seja, relacionam as melhores empresas que representam um setor específico. Veja alguns deles:

Vale destacar que há muitos mais índices e que eles podem ter regras específicas. Um ponto em comum em muitos índices é não aceitarem empresas em recuperação judicial.

Como usar os índices da Bolsa de valores?

Muitos dos índices da bolsa de valores podem ser utilizados como benchmarks de investimento, ou seja, como uma referência baliza para fazer medição de rentabilidade.

Alguns outros índices servem como um indexador para fundos de investimento, que tentam replicar a rentabilidade de um determinado setor da economia ou de um índice.

Entretanto, os índices servem principalmente para o investidor que quer mais dados sobre o mercado ou uma determinada empresa, poder investir de forma mais consciente.

Combinar as informações adquiridas com um dos principais índices da bolsa de valores junto dos ensinamentos da análise fundamentalista e análise técnica é o mais indicado.

O fato é que existem muitos fatores que influenciam nos resultados de uma empresa e que, como consequência, afetam diretamente o seu valor de mercado.

Vale ressaltar que, não é porque uma empresa se encontra relacionada em um índice que isso signifique que ela seja uma boa oportunidade de investimento.

Mesmo empresas grandes podem passar por problemas amanhã, ou daqui a algum tempo. Analisar os dados disponíveis é sempre muito importante, mas não há reais garantias.

O bom investidor sabe que a melhor maneira de investir, além de analisar os principais índices da bolsa de valores, é fazendo a diversificação da sua carteira de investimentos.

Luiz Fernando Roxo

adicione um comentário

siga-me

Não se acanhe! Entre em contato!